Documento sem título
 
Veja também
 
20/02/2018
Comer rápido demais engorda e faz mal para saúde
20/02/2018
Os melhores exercícios para perder peso
20/02/2018
As melhores comidas e bebidas para combater a gripe
06/02/2018
Benefícios de comer pistaches para a flora intestinal
06/02/2018
Coisas que acontecem no corpo quando você transpira
 
 
Notícia - Peixe cru é saudável? Saiba como preparar 20/12/2017
Peixe cru é saudável? Saiba como preparar

Você gosta de peixe cru? Seja salmão, tilápia e outros tipos de pescados, o consumo da carne crua é sempre motivo de dúvidas, mitos e verdades. No entanto, quando falamos nesse tipo de culinária, não tem meio termo: Quem come defende e quem não come critica. Por isso, para sanar os dilemas, vamos descobrir e destrinchar os benefícios desse tipo de preparação, tão comum da gastronomia japonesa, para a nossa saúde alimentar.

Apesar de muitos ainda "torcerem o pescoço" para preparações não cozidas, os peixes crus são sim opções saudáveis e saborosas para a nossa alimentação. Segundo a nutricionista Tamara Castro, com equilíbrio e atenção às questões de higiene, seguindo as normas impostas pela Vigilância Sanitária, essa forma de cozinhar é altamente benéfica:

"O hábito de consumir peixe cru pode ser bastante saudável desde que algumas considerações sejam observadas. Ao consumirmos peixe cru em restaurantes, por exemplo, devemos sempre estar atentos se o estabelecimento em questão segue todas as normas da Vigilância Sanitária quanto aos processos de Boas Práticas de Manipulação, uma vez que, o peixe cru pode ser contaminado pelos manipuladores que não obedecem as regras higiênico-sanitárias", explica a profissional.

Como escolher o peixe certo para se comer cru?

De acordo com a Dra. Tamara, para consumir o peixe cru é necessário que o mesmo fique congelado por sete dias sob temperatura adequada (-20°C), a fim de eliminar possíveis contaminações parasitárias. "A norma estabelecida pela Vigilância diz que o distribuidor ou o importador é obrigado a fazer esse congelamento antes de vender a mercadoria para os estabelecimentos.

A Anvisa orienta também que, os peixes frescos não sejam consumidos crus, devendo passar por processo de cocção (cozinhar, grelhar, assar, fritar)", completa a profissional, ressaltando que, ao se dirigir aos mercados e peixarias, é importante estar atento às características organolépticas (odor, cor, textura, sabor e etc) dos pescados:

"Para escolher um bom peixe fresco o odor não deve ser pútrido devendo estar de acordo com a espécie escolhida; os olhos devem estar brilhantes e ocupar toda a cavidade ocular; as escamas têm que estar firmes e resistentes e de coloração translúcida e brilhante; as guelras devem estar vermelhas ou rosadas e úmidas", alerta a especialista.

Peixes para consumir cru: Salmão, atum, linguado, haddock, tilápia, seja como sashimis ou ceviches.

Os peixes crus e os seus benefícios

Os pescados são alimentos saudáveis e muito requisitados em um plano alimentar equilibrado. São fontes de proteínas, vitaminas e minerais eles são fundamentais para proporcionar bem-estar para o nosso organismo:

Salmão: Fonte ômega 3, o ácido graxo é responsável por atuar na prevenção das doenças cardiovasculares, tornando o coração forte e saudável.

Atum: Rico em proteínas, minerais, vitaminas e ômega 3, o pescado previne doenças como o Alzheimer e demência, por exemplo, mantendo nosso cérebro sempre ativo.

Linguado: Com poderosos agentes antioxidantes em sua composição, o linguado atua na proteção das ações dos radicais livre no nosso corpo.

Tilápia: Fonte de vitaminas do complexo B, fósforo e potássio, ela é essencial para tornar os nossos dentes, ossos e músculos saudáveis, prevenindo a osteoporose e outras complicações.

"Os peixes são fontes de proteínas, vitaminas e minerais, e, a maioria, possui ômega 3, um potente anti-inflamatório capaz de ajudar na prevenção de doenças, principalmente cardiovasculares, diminuindo o colesterol ruim (LDL) e aumentando o colesterol bom (HDL) e auxiliando também no controle da pressão arterial", explica Tamara.

Recomendação de consumo: A quantidade indicada varia de acordo com a individualidade bioquímica de cada um, segundo Tamara Castro: "De maneira geral, o consumo de peixe cru deve ser esporádico e evitado por crianças, gestantes e idosos, devido à maior vulnerabilidade para contrair doenças", finaliza a nutricionista.

Fonte: Conquiste sua Vida
     
Documento sem título
 
 
CNPJ: 56.792.997/0001-14

Rua Santa Rita, 1471 - Centro
Itu / SP - CEP: 13300-065

Farmacêutica Responsável:

Eli A. Cacciolari Caputo - CRF-SP: 9448
Normas de Qualidade
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados
Produzido por FrameSet
 
Farmácia   Produtos
Nossa História   Cosmética e Beleza
Laboratórios   Saúde e Nutrição
Manipulação   Homeopatia
    Linhas de Revenda
Atendimento    
Fale Conosco  
Orçamento Online  
Fale com o Farmacêutica